Wiki X-Men Comics
Advertisement
Frenesi (Joanna Cargill) (Terra-616) Batalhas Galeria Armas Frases
Frenesi
X-Men Legacy Vol 1 268 Textless Solicit.jpg
Galeria

Nome Real

Joanna Cargill

Codinome(s)

Frenesi

Primeira Aparição

X-Factor Vol 1 4 (maio, 1985)

Apelidos

Irmã Cargill

Familiares

pai sem nome (falecido);
mãe sem nome;
Gareth Cargill (irmão, falecido)

Nome Original

Frenzy

Criadores

  • Bob Layton,
  • Keith Pollard


Características

Espécie

mutante

Olhos

castanhos

Cabelos

preto

Gênero

feminino

Altura

1,86 m

Peso

104 kg

Acessórios ou Características Adicionais

cabelo branco nos templos


Status

Identidade

pública

Cidadania

americana

Status Atual

solteira; ativa

Ocupação

Aventureira, Ex-terrorista, embaixadora, soldado, mercenária

Educação



Origem

Universo

Terra-616

Local de Nascimento


HISTÓRIA

Infância

Nascida prematura e muito doente, Joanna cresceu sendo desencorajada com grosserias e até agredida fisicamente por seu pai, um ex-soldado que a considerava uma inútil. Sua mãe, uma carola da Igreja, pouco fazia dizendo apenas que ‘Deus não envia mais do que podemos suportar’.

Ela sonhava em ser como seu irmão mais velho, que estava servindo o seu pais na guerra. Mas sua vida mudou quando receberam a notícia que ele tinha morrido: Seu pai, frustrado, resolveu descontar batendo em Joanna que, num momento de tensão, revidou com um soco que perfurou o peito do pai o matando na hora, eram seus poderes se manifestando pela primeira vez. Joanna assustada foge de casa antes que alguém visse.

Frenesi

Torna-se uma mercenária freelance que já entrou em confronto com Gambit. Os dois acabaram por desenvolver sentimentos românticos um pelo outro por um breve período de tempo.

Mais tarde ela se juntou à Aliança do Mal, sob o comando do Apocalipse. Junto com sua equipe, Cargill, usando o codinome Frenesi.

Lutou contra o primeiro X-Factor várias vezes: a primeira, enquanto tentaram recrutar Rusty Collins para seu grupo, depois quando seus poderes foram aumentados através do poder do mutante Michael Nowlan, e posteriormente, na oposição a Lei de Registro Mutante.

Todas as três vezes a Aliança do Mal foi derrotada pelo grupo, e por fim acabaram sendo abandonados por Apocalipse.

Cargill deixou a Aliança do Mal e participou do Femizon, uma equipe que durou um curto período de tempo formado por um conglomerado de super-vilãs lideradas por Superia, que tinha como objetivo as mulheres conquistarem o mundo. Elas foram derrotadas pelo Capitão América.

Estava presa na Gruta quando teve uma rebelião liderada por Venom, foi solta da sua cela por Electro.

Acólitos

Mais tarde, Frenesi é aceita por Magneto na sua segunda formação dos Acólitos, ela deixa seu codinome e passa a usar somente seu sobrenome, Cargill, como era comum entre os Acólitos. Durante sua primeira missão, Cargill matou Sharon Friedlander. Ela e seus colegas Unuscione e os irmãos Kleinstock estavam a procura de uma criança mutante em um ônibus escolar. No entanto, eles logo descobriram que a criança possuía Síndrome de Down e tentam descarta-la. Os X-Men interveem, salvando o garoto e causando o recuo dos Acólitos.

Durante um confronto com uma nova formação do X-Factor, Cargill tentou assassinar o Senador Robert Kelly e foi impedida por Lupina.

Quando Magneto retornou, ele reuniu seus Acólitos a ele em Avalon, que flutuava na órbita da Terra.

Tempos depois, quando Avalon foi destruída devido a uma batalha entre Exodus e Holocausto, Cargill junto dos Irmãos Kleinstock, Unuscione e Sensora juntaram-se a Ciclope para fugir de Avalon. Eles foram todos capazes de sobreviver a queda na Terra, e mais tarde encontraram a antiga base usada pelos X-Men na Austrália. Os Acólitos sobreviventes foram então colocados em prisão preventiva, embora rapidamente escaparam e encontraram os restos de Avalon. Quando Exodus reassumiu a liderança, Cargill e os Acólitos atacaram Wundagore mas eles foram eventualmente derrotados pelos Vingadores.

Genosha

Após um novo retorno de Magneto e a posterior nomeação como soberano de Genosha, Magneto escolheu Cargill para se tornar embaixadora do país. Durante o ataque dos Vingadores à ilha, Cargill encontrou e derrotou a Mulher-Hulk, e depois foi confrontada por Mercúrio sobre sua lealdade para com seu pai. Mais tarde, Cargill ordenou que todos os países do mundo fizessem uma promessa de fidelidade á Magneto. Ela foi capturada, e ordenaram-lhe que ela informasse sobre os planos de Magneto, mas ela se recusou a falar.

“X-Men”

A X-Man Jean Grey libertou Cargill de seu confinamento e passou a controlar a sua mente, adicionando-a ao seu grupo improvisado de X-Men. Junto com Estrela Polar, Cargill pilotou o Pássaro Negro em Genosha, seu conhecimento sobre a base de Magneto foi de grande ajuda para Jean Grey. Durante a batalha com Magneto, Cargill foi forçada a lutar contra ele, que comentou que Cargill foi o seu mais confiável Acólito e que ele sabia que ela estava sendo controlada mentalmente.

Ele, então, envolveu-a em aço, tirando-a da batalha. Após a derrota de Magneto, Cargill recuperou seus sentidos.

Acólitos

Após os acontecimentos da Dizimação, Cargill reapareceu como membro da nova formação dos Acólitos, retornando seu antigo codinome, juntamente com seu traje. Ela, juntamente com a Tempo, enfrentou e derrotou Vampira, porém elas foram derrotadas por Mística, Estrela Polar e Aurora.

Complexo de Messias

Os Acólitos então juntam-se ao Sr. Sinistro, a fim de restaurar a população mutante. Invadiu a Mansão X junto com os Acólitos a fim de encontrar os Diários de Sina. Na batalha que se seguiu, Cargill combateu o Satânico, mas sua pele foi ferida por X-23.

Os Acólitos, não tendo encontrado o diário real, deixaram a mansão e depois enfrentaram novamente os X-Men, desta vez junto dos Carrascos.

Cargill e os Acólitos escaparam da Ilha Muir após a batalha com os X-Men usando as habilidades de Tempo, e sequestrado o Professor X. Frenesi se opôs a ideia de mantê-lo vivo já que este sempre foi um inimigo da causa pela qual ele lutam. Porem Exodus deixou claro que queria o Professor X vivo.

Mesmo assim Cargill tentou matar Xavier, mas foi impedida por Magneto, que estava sem poderes e desprezado pelos Acólitos, que com um laser cirúrgico acertou no olho de Cargill. Isso ocasionou em Exodus querer matar Magnus, e o subsequente combate entre Exodus e Xavier.

Residente de Utopia

Frenesi é visto junto com Nekra nos motins em São Francisco por Karma mas a Miss Marvel (Karla Sofen) chega e controla a confusão.

Após isso, ela se move junto com muitos outros mutantes e os X-Men para a ilha de Utopia.

Durante a luta final contra os Vingadores Sombrios, Joanna se une com Nekra e Bling! contra Miss Marvel.

Era X

A realidade foi alterada, nesta nova realidade Joanna era casada com Ciclope e tinha um comportamento muito mais heroico.

Tornando-se Um X-Man

Joanna tem problemas de adaptação quando a realidade retorna ao normal, as experiências como uma figura mais heroica teve um efeito profundo sobre ela. Ela confronta Ciclope sobre o tempo que compartilharam juntos no universo fictício, mas ele a rejeita.

Apesar disso, ela se recusa a ter sua memória dizimada da experiência ao contrário de muitos outros cidadãos de Utopia, então Cargill começa a vestir-se assim como era na outra realidade e decide que ela quer se tornar um X-Man.

Juntando ao esquadrão de X-Men de Vampira, Frenesi auxilia no rastreamento de personalidades que escaparam de Legião mas demostra ainda traços fortes de seu antigo comportamento vilanesco.

Logo em seguida, acompanha Vampira, Gambit e Magneto no espaço para resgatar Destrutor, Polaris e Garota Marvel.

Cisma

Após a divisão dos X-Men devido a briga entre Wolverine e Ciclope, Frenesi decidiu deixar Utopia junto com Wolverine e reabrir a escola, suas razões para sair foram baseadas em seu amor por Scott e também por ser um local mais propício para se reabilitar.

Antes de partir Utopia, ela auxilia a Vampira, e alguns outros X-Men a salvar Ariel.

Instituto Jean Grey

Enquanto X-Men e Vingadores estavam em briga, alguns poucos Vingadores foram vigiar a escola mutante mas o comportamento explosivo de Frenesi gerou uma batalha contra os vingadores em frente ao Instituto.

Depois, Frenesi recebeu a missão de ir até Nairobi para ajudar os humanos, que ela não tolera. Conhece Angelique, uma humana de vida muito sofrida com quem ela se identificou. Seu preconceito contra humanos provavelmente reduziu depois de se sensibilizar pelos problemas do povo de lá.

Inumanos

Frenesi reapareceu mais tarde, atacando o navio imperial Inumano R.I.V. como eles estavam dando uma visita aos membros das Nações Unidas. Frenesi culpou os Inumanos por libertar um ataque químico contra mutantes e disse que não iria esperar para ver o que seu novo navio era capaz. Então ela pegou um avião e estava prestes a jogá-lo quando Cristalys interveio. Ela usou suas habilidades elementais para atrapalhar Frenesi em uma bolha hidro-cinética e atirou-a para fora da câmara de ar do navio. Mais tarde, foi revelado que toda a luta foi encenada para ganhar o apoio da ONU. Frenesi aliou-se com Cristal em troca de sua ajuda para salvar mutantes dos efeitos das Névoas Terrígenas.

PODERES E HABILIDADES

Poderes

  • Pele Rígida Como Aço: Sendo impenetrável por qualquer coisa, menos adamantium. Ela é resistente a qualquer forma de mudança de temperatura, sendo capaz de suportar a ser congelada ou ficar em chamas.
  • Super-Força: Suficientemente forte para combater a Mulher-Hulk, ou a Miss Marvel.

Habilidades

Frenesi é um excepcional combatente mão a mão. Ela prefere o uso de técnicas de combate de rua que lhe permitam aproveitar ao máximo seus atributos físicos.

Fraquezas

A única coisa capaz de mostrar que conseguiu penetrá-la é adamantium quando ela lutou contra X-23. Um ponto fraco seu são os olhos.

Nível de Força

PERSONALIDADE E APARÊNCIA

Personalidade

Criação católica (Aparentemente não segue mais a religião); Desprezo pelos humanos.

Aparência

Negra, com traços típicos de sua etnia Cabelos pretos crespos anteriormente com partes brancas dos lados. Atualmente cabelos alisados.

NOTAS

  • Significado de Frenesi /Frenzy: O nome não tem tanta relação com a personagem pois frenesi significa um entusiasmo delirante; excitação, impaciência e inquietação.
  • Queridinha do Mike Carey: Alguns escritores tem uma clara predileção por alguns personagens, grandes exemplos são Bendis com o Luke Cage e Chris Claremont com Tempestade dando a eles importância grande em muitos de seus plots e façanhas extraordinárias. Vampira e Frenesi podem se enquadrar nessa categoria para Mike Carey:

Carey começou escrevendo Frenesi em X-Men Legacy como uma mera vilã, agressiva e com forte desprezo aos humanos. Depois o escritor retomou a personagem e além de criar gradativamente uma mudança em suas atitudes, ele também constrói um passado dela com Gambit, cria um envolvimento com Ciclope, mudança de visual, se torna oficialmente uma X-Men protagonizando algumas das edições, e cria a origem do surgimento de seus poderes.

Carey a transformou de vilã com pouca importância à X-Man. Vamos ver se os escritores posteriores manterão Frenesi nesse nível de importância que Carey deu a ela.

  • Ponta mal amarrada: Cargil mata friamente Sharon Friedlander (que trabalhava na Mansão X) e isso nunca foi mencionado por nenhum X-Men depois que a vilã virou casaca. Sem dúvida isso foi um ponto mal elaborado na trama.

LINKS

  • Galeria de Frenesi (Joanna Cargill) (Terra-616)
  • Batalhas de Frenesi (Joanna Cargill) (Terra-616)
  • 4 Imagens de Frenesi (Joanna Cargill) (Terra-616)
  • Aparições em Revistas Estrangeiras de Frenesi (Joanna Cargill) (Terra-616)
  • Aparições em Revistas Nacionais de Frenesi (Joanna Cargill) (Terra-616)

REFERÊNCIAS

Notas de Rodapé

Advertisement